ban or ban sc ban br

Agricultura

Devido Orleans ter uma das maiores produções de fumo da região sul, na terça-feira 20, a Souza Cruz realizou um dia de campo sobre tecnologias estratégicas aplicadas a cultura do tabaco na propriedade do Vilcionei (Tato), na comunidade do Barracão no interior de Orleans. O evento contou com a presença de 119 produtores integrados, com a equipe de produção agrícola da Souza Cruz, e alguns convidados, incluindo Luiz Cristovão Crozeta, Secretário da agricultura de Orleans.
Durante o evento, foram abordados os benefícios a curto e longo prazo referente ao uso de tecnologias como a adubação verde e o Camalhão alto de base largo com palhada, que melhora a estrutura do solo e fornece matéria orgânica; A fertirrigação, que reduz a necessidade de mão de obra do produtor, facilitando o trabalho e deixando a lavoura menos sujeita as incertezas do clima; O canteiro padrão, que melhora a qualidade das mudas, evita doenças, e contribui com o meio ambiente através do uso racional da água; e algumas tecnologias relacionadas a cura como o CiC (controlador inteligente de cura) e a Fornalha One Block.
Além disso, foi abordado o tema sobre a importância e a obrigatoriedade de 100% dos produtores integrados possuírem depósito de agrotóxico de acordo com a legislação em suas propriedades. Para a Souza Cruz, o Depósito de agrotóxicos se tornou uma “licença para operar”, devido a saúde e segurança dos trabalhadores.
- Nosso papel é fornecer maneiras para nossos produtores melhorarem a qualidade do seu solo e aumentarem a produtividade, tornando o seu negócio mais rentável e sustentável a longo prazo. Um solo de melhor qualidade, naturalmente suporta mais as intempéries climáticas, e contribui para a obtenção de um produto final de melhor qualidade, conclui Julia Domingues, Gerente Territorial de Produção Agrícola da empresa.

-- 
Quarta, 21 Novembro 2018 16:11

Quantidade e qualidade na safra de fumo

Agricultura de Orleans nunca recebeu tanto investimento da prefeitura auxiliando o produtor e a propriedade. Safra boa do fumo é reflexo da melhoria contínua do setor

Na comunidade do Curral Falso numa daquelas paisagens onde “se leva os olhos para passear”, mora a família de Éder Marqueti Lourenço, com seis pessoas na casa. Trabalham com fumo e produção de leite. Produzem desde fruta linda no pomar, um quintal cheio de verduras, galinha boa no terreiro e sempre um porco no chiqueiro. A maior renda é com a fumicultura. Nesta safra que está na fase da colheita, acredita que vão produzir mais de doze toneladas. Para Orleans, a agricultura é um dos carros-chefe da economia local, ao lado da indústria e comércio, a fumicultura elevando o movimento econômico da Capital da Cultura.

Marqueti enfatiza que o tempo está colaborando, com as chuvas frequentes, sol na medida e a expectativa é de safra boa. Além do fumo, o agricultor tem ainda na propriedade boa campanha de propriedade vaca leiteira e gado de corte. Ele espera resultado bastante positivo. “Creio que vou colher em torno de 12 toneladas, o que é bom para nossa família”, ressalta.

O agricultor, que planta a variedade de fumo Virgínia, relata que esta é uma atividade importante para as pequenas propriedades rurais, mas que exige trabalho e cuidados constantes, e que se mantém vantajosa para a agricultura. “A fumicultura é uma das culturas que podem ser praticadas na pequena propriedade rural e continua sendo ótima para incrementar a fonte de renda”, pontua.

O prefeito Jorge Koch, entende que a administração ao dar condições para a secretaria de agricultura desenvolver competitividade no campo de Orleans com boas estradas, técnicos, máquinas, caminhões e equipamentos modernos, impulsiona as pessoas do meio gerando importante fonte de geração e renda para o município. “A ideia é promover o desenvolvimento rural sustentável e dar condições para o colono se transformar em Empresário Rural”, salientou o prefeito.

O Secretário da agricultura Cristóvão Croceta diz que o fumo está “bonito na lavoura, bem encorpado, prometendo uma ótima safra”. Ele explica que a fumicultura representa para Orleans o volume de R$ 37.829,235,31 na safra 2017, com mais de 500 produtores cadastrados, representando em torno de 18% de toda riqueza gerada pela agricultura do município.

 

Última modificação em Quarta, 21 Novembro 2018 16:17
Sexta, 03 Agosto 2018 17:03

Dois caminhões novos para a Agricultura

A Administração Municipal de Orleans, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura tem dado prioridade ao agricultor, já considerado Empresário Rural. Já estão trabalhando no interior os dois caminhões truque/traçados com caçamba para o Programa Porteira Adentro. Os recursos são do Ministério da Agricultura e viabilizados por deputados amigos de Orleans. O valor do convênio é de R$ 535.000,00 e a contrapartida da prefeitura R$219.326,20

A Secretaria da Agricultura comunica através do Setor de Notas do Produtor Rural aos agricultores de Orleans que ainda não entregaram as notas referentes ao ano de 2017, com vencimento até 31 de janeiro de 2018, que procurem a unidade conveniada no município do setor de Bloco de Produtor Rural o mais breve possível.

É importante que os produtores rurais devolvam as notas até o final de fevereiro, para que as mesmas sejam digitalizadas e enviadas para a Secretaria Estadual da Fazenda até 20 de março. 

A Secretaria informa ainda que o Bloco de Notas do Produtor Rural só pode ser retirado pelo titular ou membro em horário comercial das 08:00 as 12h00 e das 13h30min as 17h30min de segunda a sexta-feira. 
"Pedimos o comprometimento dos agricultores para que façam a entrega das notas no prazo estabelecido, pois em caso de não prestação poderá acarretar em multa", adverte o Secretário da Agricultura, Luiz Cristóvão Crocetta. 

Os agricultores que desejarem fazer nota eletrônica (via internet) devem procurar o setor, e para obter mais esclarecimentos podem entrar em contato pelo número 3886-0166 ou 3886-0167. 

Cabe lembrar que o agricultor que tiver o contrato com data vencida deve providenciar um novo documento atualizado e entregar para os responsáveis do setor de Bloco de Produtor Rural, Edson e Patricia. 

A Nota Fiscal de Produtor Rural é um documento fiscal de emissão obrigatória pelo produtor rural para a venda de produtos produzidos na sua propriedade. Ao emitir notas o agricultor contribui para o aumento da arrecadação do Município e consequentemente a elevação de investimentos nas políticas públicas.

Última modificação em Quarta, 14 Fevereiro 2018 13:48