ban or ban sc ban br

Saúde

Representantes do Município de Orleans estão participando da 8ª Conferência Estadual de Saúde, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC em Florianópolis. O evento teve início na terça-feira 04, e encerra nesta quinta-feira 06 para falar de “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”.

Estão na capital do estado Magai Motta Aguiar, Jucenira Pereira e Mariléia Menegasso Baggio que representam Orleans. Eleitas como delegadas na 6ª Conferência Municipal de Saúde realizada em 27 de março de 2019, elas foram a Florianópolis defender as diretrizes e propostas aprovadas na etapa municipal.

Nos dois primeiros dias da 8ª Conferencia, foram realizados os grupos de trabalho para discussão das propostas encaminhadas pelos municípios, de acordo com os eixos temáticos. Hoje na plenária final, as propostas estão sendo apresentadas e votadas, também são escolhidos 100 delegados que vão representar o estado na 16ª Conferência Nacional de Saúde.
Propostas da 6ª Conferencia Municipal de Saúde encaminhadas

 

EIXO I – Saúde como direito

1. Reajuste da tabela SUS em procedimentos de média e alta complexidade que não foram reajustadas desde 1990.

2. Ampliação do recurso mínimo repassado pelo Estado de 12% para 15% , o município de no mínimo 18% para financiamento do SUS e definição de percentual de no mínimo 12% a nível Federal para a Saúde.

 

EIXO II – Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS)

1. Fortalecer as comissões intergestoras, incentivando a integração com outros municípios do entorno para a resolução de problemas e serviços de saúde.

2. Fortalecer as redes de atenção à saúde, objetivando a assistência integral aos usuários.

 

EIXO III – Financiamento adequado e suficiente para o SUS.

1. Revogação da PEC 095/2016 e aplicação, pela União de, no mínimo, 10% da sua corrente bruta (ou seu equivalente em receita corrente líquida) em ações e serviços públicos de saúde

2. Reajuste da tabela SUS dos procedimentos de diagnósticos de patologias clínicas e de diagnóstico por imagem, bem como de procedimentos de media e alta complexidade que não foram reajustados desde a criação da tabela SIGPAT, em 1990, situação que sujeita os profissionais de saúde e prestadores de serviço a abandonarem o atendimento pelo SUS.

3. Seja inserido na Lei Federal 8080/90 e no decreto nº 7508/2011 a competência dos municípios quanto ao financiamento complementar das ações e serviços da atenção básica bem como da união e estados quanto ao financiamento das ações e serviços de alta e média complexidade, especialmente em procedimentos especializados ambulatoriais e hospitalares, de assistência terapêutica, inclusive a farmacêutica.

 

Colaboração de Murilo Ferrarez

A Secretaria da Saúde de Orleans, comunica que não dispõe de doses remanescentes Campanha de Vacinação contra a Gripe, e por isso não poderá ampliar a oferta de vacinas a toda população. A Campanha de Vacinação contra a Gripe terminou no dia 31 de maio. Em Orleans, 5.992 pessoas do grupo prioritário foram vacinadas, nas Unidades de Saúde atingindo a meta de 90%.

Seguindo orientação do Ministério da Saúde a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) de SC, comunicou na sexta feira, 31 de maio, que a vacina contra a gripe estaria liberada para toda a população catarinense a partir de segunda (3), nos municípios que ainda possuíssem doses disponíveis. Comunicou também, que não haverá envio de novas doses de vacina aos estados.

As doses utilizadas serão as que restaram da Campanha de vacinação.

vacina

 

Última modificação em Quarta, 05 Junho 2019 08:35

Unidade realiza em média 60 atendimentos/mês atuando em Orleans e municípios vizinhos

A Administração Municipal de Orleans por meio da Secretaria de Saúde apresentou à população, os novos membros da equipe do Serviço médico de atendimento de emergência (SAMU), que realizam o atendimento de suporte básico. Com a ambulância totalmente equipada, e equipe completa para suporte básico, a região está segura com o serviço que visa garantir o atendimento às pessoas até a chegada à unidade de saúde.

Desde o início desta semana, já estão atuando em Orleans os novos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência que foram selecionados por meio do processo seletivo simplificado no município de Orleans, o SAMU estava com falta de profissionais técnicos e condutores, a quase 1 ano.

O serviço conta com profissionais habilitados tendo na coordenação, a enfermeira Karla Pickler Cunha com longa experiência com o serviço de Urgência e Emergência. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) tem como objetivo chegar precocemente à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência que possa levar a sofrimento, as sequelas ou mesmo à morte. São urgências situações de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras.

O que é o SAMU

 

O SAMU 192 é um serviço gratuito, que funciona 24 horas, por meio da prestação de orientações e do envio de veículos tripulados por equipe capacitada, acessado pelo número "192" e acionado por uma Central de Regulação das Urgências.

A coordenadora explica que a equipe entrega a população o serviço organizado, contando com 5 equipes para melhor atender a população orleanense. “Atuamos em Orleans e nos municípios vizinhos trabalhando muito, com muito amor e respeito a vida humana”, ressalta Karla.

Última modificação em Sexta, 05 Abril 2019 10:05

Conferência reúne servidores e usuários do Sistema Único de Saúde para
debater os temas de saúde na cidade

Democracia e Saúde é o tema da 6ª Conferência Municipal de Saúde de Orleans, que acontece nesta quarta-feira 27, no centro de Idosos Emília Debiasi Pinter. Na conferência, servidores e usuários do Sistema Único de Saúde se reúnem para debater temas, propor melhorias para o setor da saúde na cidade e apresentar em outras conferências.

Durante o evento são discutidos as prioridades locais de saúde, que compõem a etapa municipal da Conferência Nacional de Saúde. O objetivo da organização é ampliar a participação popular nos debates de temas relacionados à saúde. A Secretaria tem se esmerado na elaboração do evento que conta com palestras, e envolve os participantes em discussões das propostas. "No fechamento do evento, as proposições apresentadas são votadas e há eleição de delegados, que apresentam as propostas vencedoras na etapa estadual da conferência", explica a secretária de Saúde Luana Debiasi.

O prefeito Jorge Koch entende que é muito importante a discussão no município e que as propostas municipais podem melhorar a vida das pessoas. "As sugestões apontadas na conferência e aprovadas em Orleans, devem ser defendidas em outras fases da conferência como a regional e a estadual e se forem aprovadas podem representar o município na conferência nacional", destacando a importância da Conferência Municipal.

 

Programação do Evento

13:00h – Credenciamento e apresentação Cultural;
13:30h – Solenidade de Abertura;
13:45h – Leitura e aprovação do Regimento Interno;
14:00h – Palestra: "Democracia e Saúde: Direito e Consolidação e Financiamento do SUS";
15:00h – Discussão em grupos dos eixos temáticos;
16:00h – Coffee break;
16:30h – Plenária para aprovação das propostas;
17:00h – Eleição dos delegados para etapa Estadual;
17:30h – Plenária e aprovação do Relatório Final;
18:00h – Encerramento

 

Última modificação em Segunda, 25 Março 2019 11:22