ban or ban sc ban br

Agricultura

Durante o mês de dezembro a Administração Municipal de Orleans por meio da Secretaria de Agricultura com o secretário e engenheiros da prefeitura visitaram a escola municipal de Educação Básica Prof. Leopoldo Hannoff da comunidade do Barracão.

Durante o decorrer deste ano os estudantes do 7º e 8º ano do ensino fundamental receberam palestras sobre educação sanitária na escola, e realizaram um dia de Campo na propriedade do Sr. Murialdo Ascari. Conforme explica o Secretário da Agricultura, a finalidade do projeto é levar conhecimento e aprendizado no que se refere á Defesa Sanitária Agropecuária e Inspeção de Produtos de Origem Animal. "O projeto é importante. No próximo ano a intenção da Administração é expandir o projeto para outras escolas rurais", adiantou o secretário Cristóvão Croceta.

Dentro do programa, todos os alunos participaram de um concurso de redação com o tema “Educação Sanitária na Escola”, e a redação da aluna Marielly Ricardo de Jesus foi escolhida. Ela recebeu um tablet, como prêmio de melhor redação do concurso.

Na oportunidade as Médicas Veterinárias, ressaltaram a importância de levar até as escolas programas que abordam a realidade dos alunos que residem no campo e agradeceram a direção pela parceria.

 

Devido Orleans ter uma das maiores produções de fumo da região sul, na terça-feira 20, a Souza Cruz realizou um dia de campo sobre tecnologias estratégicas aplicadas a cultura do tabaco na propriedade do Vilcionei (Tato), na comunidade do Barracão no interior de Orleans. O evento contou com a presença de 119 produtores integrados, com a equipe de produção agrícola da Souza Cruz, e alguns convidados, incluindo Luiz Cristovão Crozeta, Secretário da agricultura de Orleans.
Durante o evento, foram abordados os benefícios a curto e longo prazo referente ao uso de tecnologias como a adubação verde e o Camalhão alto de base largo com palhada, que melhora a estrutura do solo e fornece matéria orgânica; A fertirrigação, que reduz a necessidade de mão de obra do produtor, facilitando o trabalho e deixando a lavoura menos sujeita as incertezas do clima; O canteiro padrão, que melhora a qualidade das mudas, evita doenças, e contribui com o meio ambiente através do uso racional da água; e algumas tecnologias relacionadas a cura como o CiC (controlador inteligente de cura) e a Fornalha One Block.
Além disso, foi abordado o tema sobre a importância e a obrigatoriedade de 100% dos produtores integrados possuírem depósito de agrotóxico de acordo com a legislação em suas propriedades. Para a Souza Cruz, o Depósito de agrotóxicos se tornou uma “licença para operar”, devido a saúde e segurança dos trabalhadores.
- Nosso papel é fornecer maneiras para nossos produtores melhorarem a qualidade do seu solo e aumentarem a produtividade, tornando o seu negócio mais rentável e sustentável a longo prazo. Um solo de melhor qualidade, naturalmente suporta mais as intempéries climáticas, e contribui para a obtenção de um produto final de melhor qualidade, conclui Julia Domingues, Gerente Territorial de Produção Agrícola da empresa.

-- 
Quarta, 21 Novembro 2018 16:11

Quantidade e qualidade na safra de fumo

Agricultura de Orleans nunca recebeu tanto investimento da prefeitura auxiliando o produtor e a propriedade. Safra boa do fumo é reflexo da melhoria contínua do setor

Na comunidade do Curral Falso numa daquelas paisagens onde “se leva os olhos para passear”, mora a família de Éder Marqueti Lourenço, com seis pessoas na casa. Trabalham com fumo e produção de leite. Produzem desde fruta linda no pomar, um quintal cheio de verduras, galinha boa no terreiro e sempre um porco no chiqueiro. A maior renda é com a fumicultura. Nesta safra que está na fase da colheita, acredita que vão produzir mais de doze toneladas. Para Orleans, a agricultura é um dos carros-chefe da economia local, ao lado da indústria e comércio, a fumicultura elevando o movimento econômico da Capital da Cultura.

Marqueti enfatiza que o tempo está colaborando, com as chuvas frequentes, sol na medida e a expectativa é de safra boa. Além do fumo, o agricultor tem ainda na propriedade boa campanha de propriedade vaca leiteira e gado de corte. Ele espera resultado bastante positivo. “Creio que vou colher em torno de 12 toneladas, o que é bom para nossa família”, ressalta.

O agricultor, que planta a variedade de fumo Virgínia, relata que esta é uma atividade importante para as pequenas propriedades rurais, mas que exige trabalho e cuidados constantes, e que se mantém vantajosa para a agricultura. “A fumicultura é uma das culturas que podem ser praticadas na pequena propriedade rural e continua sendo ótima para incrementar a fonte de renda”, pontua.

O prefeito Jorge Koch, entende que a administração ao dar condições para a secretaria de agricultura desenvolver competitividade no campo de Orleans com boas estradas, técnicos, máquinas, caminhões e equipamentos modernos, impulsiona as pessoas do meio gerando importante fonte de geração e renda para o município. “A ideia é promover o desenvolvimento rural sustentável e dar condições para o colono se transformar em Empresário Rural”, salientou o prefeito.

O Secretário da agricultura Cristóvão Croceta diz que o fumo está “bonito na lavoura, bem encorpado, prometendo uma ótima safra”. Ele explica que a fumicultura representa para Orleans o volume de R$ 37.829,235,31 na safra 2017, com mais de 500 produtores cadastrados, representando em torno de 18% de toda riqueza gerada pela agricultura do município.

 

Última modificação em Quarta, 21 Novembro 2018 16:17
Sexta, 03 Agosto 2018 17:03

Dois caminhões novos para a Agricultura

A Administração Municipal de Orleans, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura tem dado prioridade ao agricultor, já considerado Empresário Rural. Já estão trabalhando no interior os dois caminhões truque/traçados com caçamba para o Programa Porteira Adentro. Os recursos são do Ministério da Agricultura e viabilizados por deputados amigos de Orleans. O valor do convênio é de R$ 535.000,00 e a contrapartida da prefeitura R$219.326,20