ban or ban sc ban br

Administração

Decreto que oficializa decisão foi assinado no início do ano pelo prefeito Jorge Koch

Não haverá ponto facultativo sexta feira no âmbito da Administração Pública Municipal de Orleans. A decisão foi oficializada por meio de Decreto assinado no início deste ano, pelo prefeito. “Não é justo que a população seja privada dos serviços públicos quando precisar deles em dias normais de trabalho. O Brasil já possui um grande número de feriados, e não podemos ficar inventando outras datas e deixarmos de atender às pessoas. Por isso, optamos por não adotar ponto facultativo”, explica o prefeito.

O decreto baixado dispõe sobre os feriados e dias de pontos facultativos para o ano de 2019

1º de janeiro – Confraternização Universal (feriado nacional);
04 de março, segunda-feira – Carnaval (ponto facultativo);
05 de março, terça-feira – Carnaval (ponto facultativo);
19 de abril, sexta-feira – Paixão de Cristo (feriado nacional);
21 de abril, domingo – Tiradentes (feriado nacional);
1º de maio, quarta-feira – Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional);
20 de junho, quinta-feira – Corpus Christi (feriado nacional);
30 de agosto, sexta-feira – data de criação do Município, definido pela Lei n. 456 de 07 de maio de 1973; (feriado municipal);
07 de setembro, sábado – Independência do Brasil (feriado nacional);
12 de outubro, sábado – Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional);
15 de outubro, terça-feira – Data de comemoração do dia do professor, definido pelo Art. 174, da Lei Complementar n. 1.929/2009 (ponto facultativo, omente para as unidades escolares da rede municipal de ensino);
28 de outubro, segunda-feira – Consagrado ao “Dia do Servidor Público, previsto no art. 183, da Lei Complementar n. 1.929/2005; (ponto facultativo)
2 de novembro, sábado – Finados (feriado nacional);
15 de novembro, sexta-feira – Proclamação da República (feriado nacional;
24 de dezembro, terça-feira – véspera de natal (ponto facultativo);
25 de dezembro, quarta-feira – Natal (feriado nacional);
31 de dezembro, terça-feira – (Ponto facultativo).

Ação já iniciou há pouco mais de um mês e segue até o dia 21, quando sistema entra em operação

Já começou em Orleans a fase de orientação dos motoristas sobre o novo modelo de estacionamento rotativo na região central de Orleans. A partir de agora, os agentes de trânsito estão pelas ruas para orientar as pessoas do funcionamento e explicando as regras do estacionamento. Nesta semana está sendo feita a entrega de um informativo sobre as normas.

A etapa orientativa vai até a próxima sexta-feira 21. Nesta data o sistema entra efetivamente em operação com a orientação e venda de talões durante o estacionamento. A novidade para a cidade é que passa a funcionar o estacionamento rotativo digital. Os motoristas podem substituir os talões de papel por um aplicativo para celulares. Para motoristas que preferem usar as folhas, o serviço de distribuição vai continuar como opção.
Detalhes sobre o Rotativo Digital

Segundo a Prefeitura de Orleans, o sistema Rotativo funciona de segunda a sexta, das 8:00 às 12:00 e das 13:00 às 17:30 hs. Aos sábados o uso é das 8 às 12:00 hs. Aos domingos e feriados, não é necessário o uso do talão ou aplicativo.

Para usar o Rotativo eletrônico, o usuário precisa baixar o aplicativo disponível para sistemas Android e iOS, e comprar os créditos. A forma de pagamento pode ser cartão de crédito, débito ou boleto. O valor para o estacionamento é de R$ 1,50 por uma hora.

O valor é o mesmo do tickts, sendo 30 min para motos R$0,50

  • O valor é o mesmo do tickts, sendo 30 min para motos R$0,50
  • Uma hora (1h) para motos: R$1,00
  • Duas horas (2h) para motos: R$2,00
  • Trinta minutos (30min) para carros: R$1,00
  • Uma hora (1h) para carro: R$1,50
  • Duas horas (2h) para carro: R$3,00

De acordo com o engenheiro Mateus Miranda, são mais de 800 vagas em Orleans. “É bom lembrar que o tempo de permanência é em função da demanda, lugar de alta rotatividade é de duas horas”. Para o prefeito Jorge Koch, objetivo do rotativo é o de democratizar o uso do espaço público. “Se você parar ali mais de duas horas, você está tirando o direito de outras pessoas de estacionar”, afirma o chefe do executivo.

 

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Orleans – torna público a relação das inscrições deferidas e indeferidas de modo a se tornar público aqueles que poderão concorrer as cinco vagas disponíveis para novos conselheiros.

Ao todo, 15 candidatos tiveram a inscrição aceita e homologada pela comissão, enquanto 21 tiveram as inscrições indeferidas.

Conforme previsto pelo edital, os membros que tiveram sua inscrição indeferida podem apresentar os recursos entre os dias 3 (três) a 4 (quatro) de Junho de 2019.

Mais informações podem ser obtidas no edital que consta na página da prefeitura clicando no link https://www.pmo.sc.gov.br/categories/ps-concursos/174-2019/2234-edital-001-2019-cmdca-orleans

Última modificação em Segunda, 03 Junho 2019 17:00

Tribunal de contas recomendou aprovação sem restrições e vereadores confirmaram que o município está no caminho certo

Na Sessão Ordinária realizada na sessão da segunda-feira 27, os vereadores de Orleans aprovaram por unanimidade as Contas do da prefeitura de Orleans, as quais, de acordo com o parecer do Tribunal de Contas de Santa Catarina opinou pela aprovação da administração municipal referente ao exercício de 2017.

Durante análise da prestação de contas pelos vereadores ficou constatado o compromisso da administração municipal, com obras e ações que dão qualidade de vida para as pessoas fazendo de Orleans um município diferenciado na região. A lei preconiza que seja gasto o orçamento com saúde, educação, infraestrutura, social cultura e mais departamentos e secretarias. O Vice prefeito Mário Coan entende que a gestão quando tem suas contas aprovadas por unanimidade “é um sinal que o que está sendo feito é correto e justo”, destacou.

Para o prefeito Jorge Koch, a aprovação das contas por unanimidade é o reflexo do trabalho compromissado de toda a equipe que sempre se manteve comprometida com a responsabilidade fiscal. “Orleans é exemplo de transparência na gestão e desde o início da nossa gestão implementamos o portal da transparência, disponibilizando informações referentes a receita, aos gastos públicos, aos contratos e ao pessoal. A aprovação das contas é mais uma prova que estamos no caminho certo”, afirmou entusiasmado.