ban or ban sc ban br

Quinta, 11 Agosto 2022 17:59

Agosto Lilás: Mês da Conscientização da Violência contra Mulher

Agosto Lilás: Mês da Conscientização da Violência contra Mulher Debs Legnani

Com o objetivo de discutir temas relacionados ao enfrentamento da violência contra as mulheres em suas diversas formas, a Administração Pública Municipal por meio da Secretaria de Serviço Social e Habitação, juntamente com o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social); CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e o UNIBAVE, realizam ao longo do mês, uma série de atividades em alusão ao “Agosto Lilás”, mês de conscientização sobre a violência contra a mulher. Essas ações vem ao encontro com a data de aniversário da Lei Maria da Penha (11.340/06), considerada legislação de referência em todo o mundo no combate a esse tipo de violência.

Para dar início as atividades, nesta quinta-feira (11) a equipe de profissionais de Orleans composta pela secretária do Serviço Social, Roseli Moraes, em parceria com  a Soldado Debora Neves, estiveram na Praça Celso Ramos.

“Hoje temos por volta de 30 mulheres de faixas etárias distintas que contam com medida protetiva, sendo que este número seria muito maior caso a mulher continuasse com o pedido. Muitas delas, ao denunciar o companheiro, voltam atrás e retiram a queixa, o que impossibilita a nossa ação”, diz Debora.

O Agosto Lilás também é uma forma de apresentar a todas as mulheres que existe sim, uma rede ampla de ajuda, como é o caso da “Rede Catarina de Proteção à Mulher”, programa institucional da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) direcionado à prevenção da violência doméstica e familiar. Há neste programa um aplicativo PMSC Cidadão, onde a vítima baixa sem seu celular, e coloca todas as informações que estão acontecendo dentro de sua casa (fotos, vídeos, entre outros), e caso ocorra a agressão, ela aciona o Botão de Pânico, e em instantes, a Polícia chega ao local.

Para Roseli Moraes, “as mulheres precisam saber sobre seus direitos, para enfrentar as situações de violência com coragem, sem medo. O serviço social está para ajudar todas elas com nossas profissionais a postos, pois o nosso objetivo é a vida e a segurança da mulher, sustentada por ações como esta de orientação, de proteção, policiamento direcionado da Patrulha Maria da Penha e na disseminação de solução tecnológica”, diz. 

Para fechar o rol de conscientização ao longo deste mês, no próximo dia 18 (quinta-feira) é a vez da Praça Central de Pindotiba receber essas orientações e em seguida, dia 25 (quinta-feira), Rio Pinheiros Baixo recebe a equipe de profissionais de Orleans.

Para denunciar e não deixar Nenhuma Mulher a Menos, ligue gratuitamente para 100, 190 ou procure pelo CRAS,CREAS e o Serviço Social de sua cidade.

 

Informações para Imprensa

DEBORA LEGNANI

Chef de Gabinete | RP | AI | Jornalista

Prefeitura Municipal de Orleans

Fone: (48) 3886.0119 - Ramal.: 319

Cel. WhatsApp.: (11) 9 8738.3926