ban or ban sc ban br

Segunda, 03 Fevereiro 2020 13:48

Estrada que liga Rio Novo à Ponte Preta é fechada para as obras de pavimentação

As obras de 2,7 Km são executadas pela prefeitura e a previsão de término é de 60 dias

Considerada uma das principais artérias do interior de Orleans, a estrada rural que liga as comunidades do Rio Novo a Ponte Preta, foi interditada para obras de pavimentação. A Secretaria de Infraestrutura informa que o fechamento ocorrerá durante o mês de fevereiro com previsão de conclusão e liberação total da via em abril de 2020.

Os motoristas que trafegam pela rodovia com destino a Rio Laranjeiras devem optar pela estrada do Rio Novo subindo o morro dos Vieira, via margem direita pegando no atalho dos Tessmann. Porém, quem segue em direção a comunidade de Brusque do sul deverá utilizar a estrada pelo Rio Novo. O mesmo caminho poderá ser utilizado no sentido contrário.

O investimento na execução de melhorias no trecho é de R$ 2,5 milhões com recursos do Finisa. O projeto executivo prevê a terraplanagem com máquinas, equipamentos, engenheiros e profissionais da administração municipal, brita e macadame do britador comparado pelo município e o asfalto da usina adquirida pela prefeitura em consórcio com outros municípios. O preço das pavimentações em Orleans, tem custado em média 50% mais barato em relação ao mercado.

De acordo com a equipe de infraestrutura, a pavimentação executada pela prefeitura é diferenciada pelo capricho e qualidade da obra. Foi encontrada uma pedreira no local onde foram necessários a explosão das pedras e remoção do local de 400 caminhões de material, utilizado no aterramento necessário na obra, permitindo maior permeabilidade do solo e retenção da água superficial. Para a administração municipal o cuidado com o Meio Ambiente é tão importante quanto a qualidade da obra. “Vai ficar muito bonito”, afirmou o empresário Enor Tessmann que além de morador do local recebe diariamente caminhões de ração para suas granjas de aves.

Diretamente, a rodovia, além dos moradores locais, vai beneficiar o agronegócio e o turismo de Orleans, aproximando as regiões do Rio laranjeiras com a encosta da serra. A estrada é um verdadeiro cartão-postal coberto de mata atlântica praticamente intocada levando a cenários como os espraiados e o local onde é captada a água de Orleans pelo Samae. Criada antes da existência da própria Orleans, o local serviu de passagem para os tropeiros que vinham da serra e abasteciam o comércio local.