Imprimir esta página
Quinta, 11 Julho 2019 16:08

Prefeitura contrata engenharia para avaliar duplicação da Ponte da Coloninha

Admnistração Municipal investe na prevenção, manutenção no projeto de construção de uma nova ponte. Está construída há 38 anos e vida da obra é de 50.

A Ponte da Coloninha foi construída alguns anos depois da grande enchente de 1974, e se transformou numa das principais vias da cidade ligando o centro com bairros e a principal saída para Lauro Muller. Desde o início da atual administração sempre se discutiu a necessidade de uma terceira ponte no município, para melhorar a acessibilidade. Nessa quarta-feira 10, uma empresa de engenharia de Porto Alegre interditou a ponte e fez todas as avaliações.

A obra de construção de uma terceira ponte ou a duplicação de alguma já existente, ganha contornos mais definitivos quando a ideia é debatida entre o prefeito Jorge Koch e o Vice prefeito Mário Coan. Diante da necessidade premente o primeiro passo para é saber da possibilidade de duplicação. O chefe do executivo destinou R$ 2 milhões do orçamento mas quer a garantia que a obra seja viável e segura, com mais cinquenta anos de garantia.

A empresa Finger & Sommer Engenharia e Consultoria, de Porto Alegre RS, especializada em análise e inspeção estrutural de obras de arte especiais, foi a vencedor a licitação. A ponte foi interditada neste dia 10 para avaliar a capacidade de carga, visando além da segurança dos usuários, dar suporte para o projeto de alargamento e a determinação da capacidade estrutural para a possível duplicação da via.